Já não é de agora que ouvimos que o comércio não vai bem das pernas.

Basta dar uma volta pelas ruas para perceber várias lojas sem cliente algum ou repletas daqueles que estão “apenas dando uma olhada”, mas vão embora sem comprar nada.

E nem as datas especiais do comércio tem escapado. Não importa se é Páscoa, Dia das Crianças ou Natal, a reclamação dos lojistas é a mesma: as vendas foram fracas, abaixo do esperado.

Muitos rotulam prontamente as baixas vendas do comércio varejista como reflexo da crise econômica que vive o país, mas o problema não se resume apenas ao Brasil – basta lembrar que no começo desse ano, a loja de departamentos Macy’s anunciou o fechamento de 36 lojas nos EUA por conta dos resultados decepcionantes das vendas.

Mas se por um lado, as lojas físicas estão tendo problemas, o comércio eletrônico segue crescendo firme e forte: para 2016, a projeção é de que no Brasil apresente um crescimento de 8% em relação a 2015, atingindo um faturamento de aproximadamente R$ 44,6 milhões. Isso prova que o que está mudando gradativamente são os hábitos de compra dos consumidores do varejo.

Então afinal, por que essa mudança de hábito de compras ainda não é definitiva? Por que não compramos apenas pela internet?

Aqui vão 7 razões pelas quais podemos – e DEVEMOS – optar pelo e-Commerce:

1 -PRATICIDADE

Uma vez que o cliente está dentro de seu território – sua própria casa – ao invés de uma loja física, ele está a vontade para medir espaços para saber se o armário que deseja comprar vai caber no quarto, assistir um vídeo de outro consumidor dizendo se gostou ou não de ter comprado aquele celular que está procurando ou mesmo saber com antecedência se existe assistência técnica próxima de sua residência pro produto desejado consultando na internet.

2 – CONFIANÇA

Há muito as barreiras iniciais do medo do e-Commerce foram vencidas. As transações feitas por grandes lojas são seguras e não há risco de informações dos clientes – como número do cartão de crédito – serem interceptadas.

3- COMODIDADE

Comprando pela internet não há necessidade de deslocamento ou de enfrentar chuva, frio, trânsito ou multidões. Também não tem horário para as lojas abrirem e fecharem. A escolha é sua.

4 – IMPESSOALIDADE

Não há mais a figura do vendedor, aquele sujeito que fica tentando te empurrar os produtos que tem. Nenhum sorriso simpático, nenhuma conversa que possa alterar sua decisão de compra. O poder é único e exclusivo do cliente.

5 – MAIS BARATO

Para quem está reclamando do tópico acima por entender que o vendedor concede o “descontinho” se o cliente der uma chorada, vale lembrar que os preços na internet quase sempre são mais baratos. A comparação de preços com outras lojas é mais fácil e os descontinhos se dão por meio do uso de cupons de desconto.

6 – MENOS CUSTOS ADICIONAIS

Ir ao shopping é sinônimo de gastos com deslocamento, com estacionamento e, provavelmente, com a praça de alimentação. Garimpando na internet, é possível reduzir sensivelmente os custos com fretes baixos – quando não gratuitos!

7 – MAIS FÁCIL

Comprar em lojas físicas é ir na contramão das necessidades do mundo moderno. A internet é rápida. Em poucos toques, seu produto está comprado.

Deixo aqui um desafio: caso veja algo que tenha interesse em uma loja física, tire uma foto ou anote o modelo e procure o mesmo produto na internet. Tenho certeza que encontrará mais barato em uma loja online sem muito esforço.

É questão de tempo até que nós, consumidores, abandonemos de vez o velho costume da vovó que vai ao comércio garimpar de loja em loja e abracemos integralmente as compras pela internet.

Tempo ainda é dinheiro – e com tempo poupado, teremos mais dinheiro para gastar melhor.

Conheça mais sobre o conceito de home shopping no site Meu Shopping em Casa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *